terça-feira, 25 de agosto de 2015

A reunião de conteúdo do dia 02 de Setembro de 2015 contará com duas apresentações de membros do GP Mandrágora/NETMAL.




Temas:

1- Igreja Pública: ação da Igreja Metodista junto a jovens em situação de vulnerabilidade e a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas integradas. 

 Marcia Faria
Bolsista PIBIC e aluna da Faculdade de Teologia – UMESP

     

Esta pesquisa busca estudar a dimensão pública da igreja a partir do tema proposto: Igreja Pública: ação da Igreja Metodista junto a jovens em situação de vulnerabilidade e a necessidade do desenvolvimento de políticas públicas integradas. Com a pesquisa espera-se contribuir com os estudos na área da Teologia, e socializar conhecimentos no meio acadêmico e eclesiástico.

Verificamos que a vulnerabilidade social na atualidade, vem sendo apontada como um dos fatores que levam os jovens ao uso abusivo de drogas. Nas sociedades contemporâneas o conceito ganha uma abordagem teórica por pesquisadores no cenário internacional, que afirmam que a vulnerabilidade está presente em todas as classes sociais apresentando diversas faces. Pesquisas mostram que o uso de drogas na vida vem sendo registrado cada vez mais cedo. Adolescentes com 12 anos já experimentaram drogas lícitas e ilícitas. As drogas vêm sendo usadas ao longo da história da humanidade primeiro como medicamento, e em rituais religiosos por diversos povos, mas em nossa sociedade existe o uso abusivo que busca integração, diversão e acaba se tornando uma prisão.

Apresentar ideia de que as religiões tem atentado para esta questão, e tem desenvolvido projetos como as comunidades terapêuticas que atuam na intervenção nesta área, inclusive a Igreja Metodista atua neste enfrentamento por meio de projetos em diversos estados do Brasil, como o SOS Vida, Mannain, Cemat, Amart, Shekinah, Cemeph, a maioria destes atuam com internação em instalações próprias, buscando atender os jovens em situação do uso de drogas contando com uma equipe multidisciplinar, e também com a atuação de pastores/as, e membros leigos como voluntários/as visando a restauração integral dos jovens, discutindo as contribuições que a religião junto com o poder público pode dar à sociedade.
Com base em documentos da Igreja Metodista como o Plano Nacional de Vida e Missão, da Igreja Metodista, e Políticas Públicas desenvolvidas pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, propor a partir de análise dos projetos desenvolvidos pela Igreja Metodista a ampliação e melhoria das ações conjuntas com o governo no enfrentamento do uso abusivo de drogas.

_____________________________________________________________________________


2- A religião no conflito entre Israel e Palestina no contexto da criação do Estado Judaico: aspectos históricos (1896-1948)

Tamires Silva Pereira Prazeres
Mestranda em Ciências da Religião



O projeto tem como objetivo analisar como se deu a construção cultural ocidental frente aos costumes árabes, gerando interferências a favor de Israel, para a implantação do Estado de Israel em 1948. O projeto irá analisar os períodos de 1896 a 1948.
  O problema principal a ser esclarecido, é como a construção cultural ocidental, influenciado pelos pensamentos orientalistas interferiu no conflito, consentido as tomadas de terras dos palestinos, e a construção de um novo país dentro de um já existente, socialmente, religiosamente e culturalmente.
  A pesquisa é totalmente bibliográfica, tomando como referências, as teorias pós-coloniais, das epistemologias do Sul e de visão do outro, para debater a História do território, de sua colonização, dos nativos e do conflito, juntamente com o sionismo e a história dos judeus.
  Esperamos que no final da pesquisa, possamos entender como a interpretação ocidental do árabe influenciou no enaltecimento dos sionistas e o empobrecimento do palestino-árabe muçulmano.


A reunião será das 11h30 às 13h30 no Edifício Capa da Universidade Metodista de São Paulo, na sala 407.


Nenhum comentário: